07/11/2019

Casa das Penhas Douradas


Contas feitas, não visitava a Serra da Estrela há uns 30 anos, uma eternidade. A verdade é que a ânsia de conhecer outras latitudes quase me faz esquecer as maravilhas que temos tão perto.
Andávamos com vontade de conhecer a Casa das Penhas Douradas ou a sua irmã, a Casa de São Lourenço e acabamos por reservar na primeira, que se localiza a 1500m de altitude, precisamente nas Penhas Douradas.
Este delicioso hotel de charme, hoje com 18 quartos, está implantado onde, nos anos 50, chegou a existir um hotel-sanatório para o tratamento em altitude da tuberculose - a Pensão Estrela. O projeto de arquitetura consistiu no aproveitamento da estrutura anterior, tentando coser as novas edificações na construção preexistente. Assim, a antiga Pensão Estrela continua reconhecível aos dias de hoje.


Os interiores, muito acolhedores, denotam duas grandes inspirações: o ambiente nórdico e o burel, tudo isto enquadrado numa arquitetura contemporânea. 

A inspiração nórdica está patente na escolha da madeira de bétula, usada nas paredes e tetos e no mobiliário mid-century. As relíquias vintage, skis, bastões, trenós e a lenha a arder transportam-nos para um refúgio na neve.  



Por outro lado, o burel, tecido artesanal feito de lã, tradicionalmente usado nas capas dos pastores remete-nos para a Serra da Estrela. Uma perfeita sintonia entre a monocromia das madeiras com as cores fortes do burel. 



images


Este encantador hotel pertence ao grupo Burel Mountain Hotels, do qual fazem também parte a Casa de São Lourenço e a Burel Factory, em Manteigas.

Em 1947 nascia a Lanifícios Império, a fábrica de lãs mais importante da região. Em 2010 a fábrica foi descoberta pelos atuais proprietários, que depois de se terem apercebido do património e da herança que ali estava, resolveram não deixar morrer o burel e avançar com a recuperação da fábrica que se viria a tornar na Burel Factory. A visita à fábrica ficará para uma próxima ida à Serra.






O hotel dispõe ainda de piscina aquecida e um pequeno e bonito spa. As refeições, muito bem confecionadas, fizeram também as nossas delícias, apesar de rápidas, já que a capacidade de entretenimento da Clara tem limites :)



Apesar do tempo não ter estado convidativo para passeios, conseguimos uma aberta para fazer parte do trilho das faias de São Lourenço. Tão bom!



Foram apenas três dias, que passaram a voar, mas ficou a vontade de regressar em breve.
SHARE:

Sem comentários

Publicar um comentário

© Anantique. All rights reserved.