29/11/2014

Mesinha recriada

Algo que gosto mesmo é encontrar peças que outros deitam fora e repensá-las, dar-lhes uma segunda vida.
Foi o que aconteceu com este tampo de mesinha de apoio. Descia eu a rua de casa quando o vejo encostado a uma parede, à espera do próximo camião do lixo. É folheado a raiz de nogueira, tem um bonito veio, e um recorte original. Tinha por isso, um grande potencial.

Depois de polido, retocado o folheado e acabamento com goma laca, o tampo ficou novo. Mas faltavam as pernas.
Como é uma peça de madeira pesada, para que a mesinha ficasse com um ar mais moderno e versátil, os pés deveriam ser bem leves. Optei por mandar fazer uns pés de ferro, em gancho. 
Gostei francamente do resultado :)




Como, por mais que gostasse de ficar com ela, não tenho onde a pôr, está para venda!

Dimensões:
Comp. 54cm
Larg. 37cm
Alt. 50cm

Preço: 100€       VENDIDA!

SHARE:

26/11/2014

1001 maneiras de transformar as Singer

Muita gente terá uma velha Singer, da mãe, tia ou avó, parada há anos.
Sendo uma peça quase de culto, é uma pena mantê-la num qualquer arrumos ou, pior, deitá-la fora. 
Embora estas peças servissem um propósito muito específico, costurar, a verdade é que a máquina pode ser perfeitamente retirada e a mesa ou simplesmente os bonitos pés de ferro adaptados a uma infinidade de ambientes e situações.

Ficam algumas sugestões para quem se quiser aventurar.

SHARE:

23/11/2014

A Singer


Há algum tempo que andava com vontade de recuperar, ou melhor, transformar uma máquina de costura Singer. Bom mesmo tinha sido ficar com a da avó Mimi mas... não tendo sido possível, comprei uma bem bonita.

A decisão sobre o que fazer a esta emblemática peça não foi fácil, porque as opções são várias. Decidi por fim que, por mais restaurada que ficasse, não me apetecia deixá-la tal como se retirada de um qualquer sotão.  Depois de desmontada, lixada e pintada o resultado foi este.






 

Muito do fascínio das peças antigas passa pela sua história. De onde vêm, de quando são, a quem pertenceram... No caso das Singer, o "de quando são" é fácil descobrir.


Nas máquinas existe uma placa com o número de série. Para descobrir o ano de produção basta entrar no link abaixo e seguir os passos.
http://www.singerco.com/support/machine-serial-numbers

Por aqui fiquei a saber que a minha Singer é de 1945!
SHARE:

10/11/2014

O "a"


Às vezes é mesmo assim. Uma ideia paira no ar, sem qualquer plano de concretização. Até que algo, do nada, nos desperta e impele. Foi o que aconteceu com este blog e este “a”.
SHARE:
© Anantique. All rights reserved.