09/03/2017

O escadote

Há tempos lembrei-me que gostava de ter um escadote de madeira, daqueles que já passaram por muitos trabalhos pesados, para não dizer velhos!
Procurei em algumas feiras de velharias mas não apareceu nada que achasse que valia a pena, ou pelo menos por um valor que me parecesse justo.


Até que um dia destes a minha sogra me envia umas fotos de um escadote, em bastante mau estado, esquecido no fundo de um quintal. Sim, tinha potencial.

Estava cheio de furinhos do bicho da madeira e com muita tinta, por isso iria ter bastante trabalho pela frente.
Recrutei pai e marido e, num fim-de-semana, demos-lhe um verdadeiro trato. 
Comecei por injectar imunizador (Xilophene) em cada um dos furinhos para acabar com o bicho da madeira, trabalho digno de chinês! Depois usamos decapante para remover todos os vestígios de tinta.
Por fim, e como acabamento, usei cera cor de nogueira.

O velho escadote, tornou-se numa peça decorativa bastante versátil.
Já o usei para segurar uma manta de Minde. E agora resolvi entrelaçá-lo com bolinhas de luz coloridas. Estas trouxe-as da Tailândia, por uma pechincha, mas já as tenho visto por cá. Dão um efeito bonito.
SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

© Anantique. All rights reserved.