01/12/2018

Dá para congelar o tempo?


Tenho andado fugida, mas hoje apeteceu-me escrever, sobre este maravilhoso momento que atravesso. A verdade é que nunca me senti tão feliz e completa. A Clara é a grande responsável mas não só!

SHARE:

05/11/2018

Pilea peperomioides ou Peperomia polybrotya


No ano passado comecei a reparar numa planta que invadiu tudo o que é revistas e redes sociais sobre decoração e lifestyle, a Pilea peperomioides, com grande tradição nos países escandinavos. Nessa altura, comprei uma, num horto, investiguei a história por trás da planta e escrevi o post Pilea peperomioides - a planta de que se fala.

SHARE:

14/10/2018

O quarto da Clara


Durante vários anos foi o quarto da "tralha" mas também acolheu amigos e sobrinhos, era o quarto das palettes, que mostrei num post há tempos. Hoje é o quarto da baby Clara e para isso sofreu uma grande transformação.

SHARE:

23/09/2018

De "haik" a cortina


Há uns vinte anos fui pela primeira vez a Marrocos, país que gosto muito e onde já voltei várias vezes. Tão próximo e tão diferente da nossa realidade europeia. Fascinam-me, particularmente o deserto e os souks, os mercados tradicionais. Se pudesse, vinha carregada de tapetes, candeeiros, couros, enfim, até que a minha paciência para negociar preços se esgotasse.
SHARE:

07/09/2018

C de Madrid


Há tempos escrevi sobre letras metálicas industriais, na verdade tenho uma certa "pancada" por estas peças. O C não poderia tardar mas chegou mais depressa do que eu esperava. É o C de Clara, mas na realidade é um C de Madrid.
Chegou pela mão da "tia" Patrícia, uma das nossas madrinhas de casamento (por desígnios do destino, foi graças a ela que eu e o Tiago nos "encontramos").

SHARE:

02/09/2018

O sobreiro do sanatório


Há uns meses o Tiago ligou-me a perguntar se queria um tronco porque estavam a cortar umas árvores no hospital onde trabalha. Claro que queria, embora ainda não tivesse ideia de como o utilizar. A ideia chegou agora recentemente, com a decoração do quarto da Clara.

SHARE:

23/08/2018

O cavalo-de-pau


Lembro-me deste cavalo de pau, mais ou menos desde que me conheço. Foi meu companheiro de muitas brincadeiras e aventuras.

Ao aproximar-se a chegada da Clara e na azáfama da decoração do quarto, lembrei-me do cavalo de pau, há muito esquecido.
Na verdade, este sobrevivente resistiu a mudanças de casa e a muitos anos de abandono na garagem. Faltava restituir-lhe a vida de outrora, com um toque de modernidade.

SHARE:

18/08/2018

A cómoda: de tia para sobrinha


Ao pensar na decoração do quarto da Clara, várias soluções de arrumação me passaram pela cabeça. Comecei por procurar peças antigas, tipo roupeiro, em lojas de segunda mão, para upcycling, mas não encontrei nada que fosse de encontro às minhas expectativas. Até que se fez luz e me lembrei da cómoda do antigo quarto da minha irmã!
SHARE:

26/07/2018

As costuras da tia Helena


O terceiro trimestre tem voado! Finalmente o quarto da baby Clara está praticamente pronto. Entretanto mostrarei como o decorei mas hoje venho contar como é bom ter uma irmã talentosa, com um enorme jeito e gosto para a costura.

SHARE:

07/06/2018

Um lugar ao sul


Queríamos passar um fim-de-semana num sitio tranquilo, onde pudéssemos descansar, namorar e desfrutar a natureza e não podíamos ter escolhido melhor. Encontramos tudo isto na Casa da Ermida de Santa Catarina, em Santa Eulália, concelho de Elvas.

SHARE:

06/05/2018

O hygge de Copenhaga

 
Tenho andado desaparecida, não sei se por falta de inspiração ou pura preguiça. Mas estou de volta e avizinham-se muitos e bons argumentos para escrever e fotografar :)

Hoje, revisito um post escrito no início do ano passado sobre o termo dinamarquês "Hygge". O mais próximo de hygge, em português, é acolhedor, aconchegante, embora seja mais do que isso, traduz a forma de estar dos dinamarqueses... não se traduz, sente-se.
Copenhaga estava nos planos, e finalmente agora aconteceu, valha-nos a Ryan Air, com voos directos! E sim, Copenhaga é tão hygge!

SHARE:

25/01/2018

Moldes de sapatos



Andava há tempos com vontade de comprar um destes moldes de sapatos, em madeira, usados no antigamente para fazer sapatos. Estes encontrei-os numa feira de velharias, em Estremoz, no Alentejo. São por si só uma peça decorativa mas a imaginação pode fazer maravilhas com eles.

SHARE:

10/01/2018

O quarto das palettes


Durante muitos anos este quarto foi um verdadeiro depósito, tudo aquilo que eu não sabia onde arrumar vinha cá parar. Prático, sem dúvida, mas uma pena ter esta divisão desarrumada e fechada. Um dia qualquer fiz o click e decidi-me a transformar-la num quarto agradável, gastando o mínimo.

SHARE:

02/01/2018

Meditação - resolução de Ano Novo

Em Abril do ano passado lancei aqui o desfio a que também me propunha, meditar durante 15 minutos, durante 100 dias seguidos. Nesse post, baseado num artigo da revista Happinez, explicava os benefícios e os princípios básicos da meditação.
 
Embora tivesse cumprido o que me propunha, durante algum tempo, mentiria se dissesse que tinha ganho o desafio dos 100 dias... o mais engraçado é que criei o hábito no meu marido, mas eu desleixei-me.

Entretanto, tinha também descoberto uma magnífica app, Insight Timer, a ferramenta perfeita para facilitar a meditação. Esta app tem centenas de diferentes meditações guiadas, com durações muito variadas. Recomendo, dois dos meus guias preferidos: Davidji e Tara Brach.

Agora, próximo do Natal, porque estive alguns dias em casa, e por isso com mais tempo, voltei à meditação e, claro, voltei a sentir o bem que me faz.
Por isso, resolução de Ano Novo, recomeçar a meditar, não prometo que seja diariamente... mas pelo menos com uma base regular! É incrível como a abstração durante apenas 10 ou 15 minutos pode ser tão apaziguadora e relaxante.

Quem se arrisca também a esta resolução? Experimentem a app, é mesmo uma grande ajuda.

Um 2018 muito feliz ❥

SHARE:
© Anantique. All rights reserved.